Let it be
“This life is like a book, each page is a day lived."

home    message    archive    theme
Reblog - 14,859 notes
Perder um amor é uma coisa complicada. É como perder uma parte de você, sabe? Acho que você nunca supera, só se acostuma a ficar sem. Acorda um dia e percebe que já não incomoda tanto assim como incomodava antes. Talvez por isso há quem diga que o tempo cura as coisas. Não cura, mas sofrer cansa. É isso, ou nada.
by A culpa é mesmo das estrelas?    (via
inverbos)

(Source: alentador, via inverbos)

Mulher não desiste, se cansa. A gente tem essa coisa de ir até o fim, esgotar todas as possibilidades, pagar pra ver. A gente paga mesmo. Paga caro, com juros e até parcelado. Mas não tem preço sair de cabeça erguida, sem culpa, sem “E se”. A gente completa o percurso e ás vezes fica até andando em círculos, mas quando a gente muda de caminho, meu amigo, é fim de jogo pra você.
by Tati Bernardi.  (via
inverbos)

(via inverbos)

Uma voz dentro de mim soluça: ‘Veja só, foi isso que você virou. Está rodeada por opiniões negativas, olhares desanimados e rostos zombeteiros, pessoas que não gostam de você, e tudo porque não escuta o conselho de sua metade melhor.’ Acredite, eu gostaria de escutar, mas não dá certo, porque se eu ficar quieta e séria, todo mundo acha que estou representando outro papel e tenho de me salvar com uma piada, e nem estou falando de minha própria família, que presume que devo estar doente, me enche de aspirina e sedativos, sente meu pescoço e minha testa para ver se estou com febre, pergunta sobre os movimentos intestinais e me critica por estar mal-humorada, até que eu não aguento mais, porque quando todo mundo começa a me chatear, fico irritada, e depois triste, a parte má do lado de fora e a boa do lado de dentro, e tento achar um modo de me transformar no que gostaria de ser e no que poderia ser se…se não houvesse mais ninguém no mundo.
by O Diário de Anne Frank.  (via
d-espreparado)

(Source: trecho-de-livros, via garotaesuasfases)

Reblog - 35,526 notes
É tão estranho, mas todo mundo tem que ser alguma coisa, não é? Sem-teto, famoso, gay, louco, qualquer coisa.
by Charles Bukowski.  (via
jornalista)

(Source: serporestar, via jornalista)

Reblog - 310,439 notes
Reblog - 67,713 notesamazed:

I follow back everyone!
Reblog - 29,438 notes
Reblog - 4,857 notes